O que é PROUNI e como funciona o programa do governo

Entender o que é PROUNI pode ajudar muito, na hora de decidir qual programa educacional acessar. Isso porque, o MEC oferece diversas modalidades nesta área, e, cada uma delas é pensada para determinados perfis estudantis.

Assim, se o seu objetivo é acessar a graduação dos sonhos, compreender o que é PROUNI, como ele funciona, quem tem o direito de se candidatar e qual a diferença entre ele e o FIES, é de suma importância.

Mas, não se assuste! Para isso, criamos este artigo de fácil leitura, para que você acesse essas informações de forma prática. Basta se atentar aos tópicos e acessar as principais informações, para não perder nada.

O que é PROUNI?

o que é PROUNI
o que é PROUNI – Reprodução

A sigla PROUNI significa “Programa Universidade para Todos”. Nesse sentido, o programa foi criado com o intuito de disponibilizar bolsas de estudo do Ministério da Educação, para alunos de classe média baixa e de escolas públicas.

Assim, o projeto faz parte de uma reparação governamental, acerca da desigualdade de acesso dos alunos de baixa renda ao ensino superior. Dessa forma, promove um maior equilíbrio em relação à educação no país.

Atualmente, o programa oferece bolsas parciais e integrais a alunos que ainda não possuem diploma de ensino superior.

No caso das bolsas parciais, o curso pode ter até 50% de cobertura na mensalidade. E, os estudantes que se encaixam nessa modalidade, são aqueles com renda familiar bruta mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Já a bolsa integral, é destinada a estudantes com situação financeira mais restrita, em que a renda familiar por pessoa é de até um salário mínimo e meio.

Ao adquirir uma bolsa do PROUNI, seja ela no valor parcial ou integral, o aluno pode usufruir do benefício durante todo o curso. Porém, precisa passar em 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo, para não perder o direito a ela.

Como funciona o PROUNI?

Para aqueles alunos que querem entender o que é PROUNI, é importante citar que as inscrições acontecem duas vezes ao ano. Uma no primeiro e a outra no segundo semestre.

Veja abaixo, alguns dos requisitos necessários para se candidatar às bolsas do PROUNI:

  • O candidato precisa ter realizado o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio);
  • Também é necessário ter obtido pelo menos 4450 pontos de média no ENEM;
  • Além disso, o aluno não pode ter tirado nota 0 na redação.

Para se inscrever no programa, o candidato deve acessar a página oficial do PROUNI e realizar um cadastro, utilizando o CPF, número de inscrição do ENEM e senha.

Alunos cadastrados no SISU (Sistema de seleção Unificada), também podem se inscrever. Para isso, é só utilizar a mesma senha que utiliza no programa.

Ao escolher os cursos, é importante se lembrar de selecioná-los por ordem de prioridade. Ao decorrer do processo de inscrições, o candidato poderá mudar a escolha, mas deve tomar cuidado, já que será considerada a última alteração realizada no sistema.

O PROUNI seleciona os candidatos por modalidade de concorrência e pela nota obtida no ENEM.

Quem tem direito a realizar o PROUNI?

Agora que você já sabe o que é PROUNI, vamos te contar quem pode se inscrever para o programa. Veja abaixo:

  • Estudantes com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos;
  • Candidatos que cursaram todo ou parte do ensino médio em escola pública/ alunos que cursaram todo o Ensino Médio em escola privada com bolsa integral;
  • Pessoas com deficiência;
  • Professores da rede pública de ensino básico, que estão concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia.

E então, você se encaixa em um desses requisitos? Se a resposta for sim, talvez o PROUNI seja uma ótima oportunidade para alcançar o ensino superior.

Qual a diferença entre PROUNI e FIES?

Ao descobrir o que é PROUNI, o aluno identifica que o programa oferece bolsas de estudo gratuitas para públicos específicos. Mas, muitos ainda podem ter dúvidas sobre como ele funciona em relação ao FIES.

A resposta para essa dúvida é muito simples! Ao escolher o FIES (Programa de Financiamento Estudantil), o aluno está optando por pagar o curso em condições especiais. Neste caso, a diferença entre eles é que, as bolsas do PROUNI são totalmente ou parcialmente gratuitas, enquanto o FIES apenas realiza o financiamento do valor total do curso que o estudante escolheu.

Conclusão

Concluímos que, ao descobrir o que é PROUNI, o estudante tem a grande oportunidade de se candidatar para bolsas gratuitas, e cursar a graduação que tanto sonha.

Mas, vimos que para isso é preciso atender a certas normas, estipuladas pelo ministério da educação. Entre elas, ser classificado como uma pessoa de baixa renda.

Assim, o projeto acontece duas vezes ao ano, com o objetivo de diminuir as desigualdades sociais e a disparidade ao acesso de vagas universitárias, para alunos de escola pública.

Por fim, para manter os benefícios que o programa oferece, os alunos devem se certificar de obter aprovação em no mínimo 75% das etapas do curso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.